top of page

A NOVA PSICANÁLISE

Trazendo resultados nunca antes vistos nos tratamentos de quem já a utiliza, a nova psicanálise teve seus estudos iniciados após o questionamento se todos aqueles longos anos de tratamento psicanalítico eram realmente necessários, ou se algo poderia ser feito para aumentar a eficácia do tratamento, se utilizando de menos tempo de investigação do inconsciente.

 

Assim, após mais de uma década de estudos e testes, a chamada de  "Psicanálise das Virtudes" foi fundamentada por Eduardo Casarotto, levando em consideração todas as contribuições ainda válidas das principais linhas da psicanálise e psicologia utilizadas anteriormente.

 

Segundo Casarotto, é óbvio que todas as linhas da psicologia e psicanálise têm a somar e nenhuma delas contém 100% da verdade, enquanto todo o resto é inútil.

 

Devemos utilizar o melhor de cada uma e assim obter uma cura mais profunda e eficaz para nossos pacientes.

 

Assim, juntando também novos conceitos da neurociência, do inconsciente e da possibilidade de evolução do ser humano para além de seu nível de consciência atual, a Psicanálise das Virtudes é totalmente brasileira, revolucionária e criada para todos aqueles que acreditam que nascemos para evoluir.

 

A base da nova psicanálise é que um ser humano primitivo e inconsciente é mais neurótico e, assim, através do desenvolvimento das 33 competências do ego, as chamadas "virtudes", o próprio ego aprende a lidar com suas faltas, ao invés de serem necessários anos ou décadas de investigação do inconsciente que, como Lacan dizia, é um eterno empregado, e não pára de produzir.

FUNDAMENTOS
DA LINHA

APARELHO PSÍQUICO

COMO TRATAR
AS NOVAS GERAÇÕES

TRIPÉ DE ATENDIMENTO

ANÁLISE DE FILME

AULA SOBRE
TOC

bottom of page